quinta-feira, 11 de junho de 2009

...duas palavras que começam com F...

Escrevi este texto há um tempinho.....mas, decidi adaptá-lo e compartilhar com vocês - especialmente para os sortudos que receberão a 1ª parcela do 13º salário agora, no meio do ano, e estão na dúvida sobre o que fazer com o dindin =]

Espero que gostem!

Beijos!

Andreia =]

Ouse fazer com um pouco mais do mesmo - reflexões sobre o 13º salário


Junho e Dezembro. Férias [e festas, geralmente]. Alguns meses do ano são esperados por este motivo, e por um outro ainda mais especial: o recebimento do 13º salário. Um salário inteirinho, ou quase, a mais...para quê?

Por favor, não pensem que sou contra o benefício, muito pelo contrário. O sentido da pergunta é sobre o destino deste dinheirinho a mais. Porque, geralmente, este reforço no caixa tem sido utilizado para quitar as dívidas acumuladas nos meses anteriores, não é mesmo?

É incontestável o bem estar moral - por ter o nome limpo, e físico - por conseguir dormir tranqüilo à noite, provocado pelo acerto ou quitação de um débito, ainda mais se estiver há muito atrasado. Mas pense em como seria bom utilizar este dinheiro de outro jeito, que não fosse para pagar dívidas, ano após ano.

Se você quer se juntar ao grupo que quer se ver livre das dívidas - ainda que sem dinheiro para as férias fora, ou para comprinhas das lojas em liquidação - vá em frente e acerte suas finanças! Com organização e disciplina, o restante do seu 13º, em dezembro próximo, pode virar um fundo de reserva, um investimento para o futuro (cada vez mais presente) e, também, para realizar aquele desejo tão sonhado.

Está achando difícil? Ou que este artigo é uma "história da carochinha”? Gostaria de te propor um desafio - bem mais fácil de cumprir do que as tradicionais resoluções pessoais de começar o regime na segunda, ou praticar um esporte: OUSE FAZER.

Ouse fazer um orçamento - relacione despesas e receitas, sabendo para onde está indo cada centavo dos seus rendimentos. Reduza ou elimine o que for possível. E, se estiver mesmo no vermelho, resista à tentação de fazer mais dívidas.

Se você já está com as contas em dia, ouse começar seu fundo de reserva com o 13º, seja para o futuro - na forma de investimentos ou seguros, seja para suprir algum gasto extra e inesperado. Imprevistos acontecem com todo mundo, e - adivinha! - isto inclui você.

...

Reflita.

....

Ore. [todas as coisas são possíveis para Deus]

...

Ouse. [Deus age no impossível. Você pode fazer um orçamento. Não pode?]


Um comentário:

Rosangela Lins Almeida disse...

Achei mais que interessante este artigo. Está muito bom mesmo. é uma boa reflexão e o importante é praticar, ou como diz voc~e OUSAR