terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

...: Deleite! :...

Oie! =]

A foto acima é de um dos doces mais fáceis de fazer, e dos mais gostosos que já comi - e olha que amo doce... =]

Pronto para se aventurar na cozinha novamente? =]

Ingredientes

1 lata de leite em pó Ninho*
Açúcar refinado [são 3/4 da lata de leite, que deve ser usada para a medida]
Leite de coco [use pouco mais da metade do vidro]

Modo de preparo

Misture em uma tigela funda o leite em pó e o açúcar. Depois de misturar bem, de modo que os ingredientes tornem-se homogêneos, coloque o leite de coco até que a massa, levemente úmida, solte da mão. Faça bolinhas e coloque na geladeira por, pelo menos, 2 horas.

Dicas

1) Caso erre o ponto, e a massa grude na mão, é só esfregar gelo na palma das mãos antes de fazer as bolinhas. Assim, elas não grudarão.
2) Não use margarina para fazer as bolinhas!
3) Para dar um sabor diferente, coloque um cravo nas bolinhas. Fica muito bom!

Antes de concluir o post, fui pesquisar o que a Bíblia fala sobre leite [que meus amigos twiteiros sabem que amo, especialmente o Leite Ninho (risos!)].

Enquanto pesquisava, lembrei-me de ter ouvido comentários de que, segundo nutricionistas e nutrólogos, só precisamos de leite na infância, e não quando adultos - existe uma teoria de que, ao chegarmos à fase adulta, "perdemos" uma enzima que processa a proteína do leite.

Teorias à parte, o fato é que este alimento foi citado na Bíblia, especialmente no Antigo Testamento, para expressar a provisão e a fartura da terra prometida por Deus ao povo de Israel, em claro contraste ao que era oferecido pelo Egito [veja Êxodo 3 e Números 13 e 14].

Numa observação interessante do site pratique leite, vemos:
"
No Antigo Testamento, por exemplo, encontra-se a passagem na qual a Terra Prometida é descrita por Deus, ao profeta Moisés, como aquela onde corriam leite e mel. Nessa poderosa metáfora, apela-se ao desejo mais profundo de um povo que, entre sua saída do Egito e chegada a Canaã, vagou por 40 anos pelo deserto: água. É certo que não existem fontes de mel ou de leite. Mas uma terra farta em água suporta pastagens, sendo rica em gado e conseqüentemente em leite. Da mesma forma, tendo flores, é possível ter abelhas e mel. Fora da metáfora bíblica, o que jorra em Canaã não é o leite nem o mel, mas a água. A Terra Prometida é portanto a antípoda do deserto: uma terra fértil. "

No Novo Testamento, as poucas passagens que mencionam o leite, ora fazem comparação entre alimento de crianças e adultos, designando imaturidade dos cristãos [que se alimentam de leite] na sua caminhada diária [veja I Co 3:2, Hb 5: 12 e 13], ora estimula aos novos convertidos que "sejam como criancinhas recém-nascidas, desejando sempre o puro leite espiritual, para que, bebendo dele, vocês possam crescer e ser salvos" [I Pe 2:2 - NTLH].

Independente do sentido aplicado - literal: alimento, metáfora: bênção divina ou alimento espiritual - não somente o leite, mas tudo em nossas vidas recebemos das mãos graciosas de Deus. E em Sua Santa e preciosa Palavra, crianças e adultos podem compreender estas e outras maravilhosas verdades.

Não é incrível?! =]

Ao Deus que amorosamente provê recursos materiais e, principalmente, espirituais incomparáveis, seja toda a honra e toda a glória!

No amor de Cristo Jesus, Senhor e Salvador nosso,

Andreia =]

----------------

* Nunca comi ou fiz este docinho com outro leite em pó que não o Ninho, da Nestlé. Isto não quer dizer que outras marcas não sejam melhores, ou não possam ser utilizadas.

Nenhum comentário: