segunda-feira, 14 de junho de 2010

...: Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim - parte II ... :...

Na nossa vida cotidiana, somos constantemente pressionados para fazer mais, melhor e no menor tempo possível. Tudo é sempre para ontem, e 24 horas parecem ser insuficientes para dar conta de tudo não é mesmo?

Casa, trabalho, família...e então, você descobre que terá 13 pessoas a mais para jantar. São viajantes - que fizeram esta viagem a pé, homens - geralmente mais famintos que nós, especialmente quando estão cansados.


Mas - opa! - você tem auxílio em casa! Uma pessoa livre para te ajudar!
Então, quando os visitantes chegam, esta pessoa, sua auxiliadora...se senta aos pés do visitante mais importante?

A primeira leitura sobre a história de Marta, Maria e Lázaro - em
Lucas 10: 38 - 42 - têm a tendência de nos guiar ao apoio de uma irmã contra a outra. Mas, vamos reler o texto com calma? =]

"38 - Quando Jesus e os discípulos continuavam em seu caminho para Jerusalém, chegaram a uma aldeia onde uma mulher chamada Marta deu-lhes hospedagem em seu lar.
39 - Maria, irmã dela, sentou-se no chão, ouvindo Jesus falar.
40 - Porém Marta tinha gênio diferente e se preocupava com o grande jantar que estava preparando. Então ela veio a Jesus e disse: "Senhor, não Lhe parece injusto que minha irmã fique
só sentada aqui, enquanto eu faço o trabalho todo? Diga-lhe que venha me ajudar" .
41 - Mas o Senhor lhe disse: "Marta, Marta, você se encontra tão preocupada com todos esses serviços caseiros!
42 - Há realmente apenas uma coisa necessária com que devemos nos preocupar. E Maria descobriu o que é, e ninguém pode tirar isso dela!" [Bíblia Viva]

Aqui vemos como Marta é uma boa dona de casa! Qualquer pessoa sabe como uma casa demanda cuidados: buscar e preparar os alimentos para as refeições, limpar a casa e as roupas, cuidar dos membros da família [pais, esposo, filhos...], entre outras atividades.

Ainda que hoje haja participação dos homens nos afazeres domésticos, é sobre a mulher que recai a responsabilidade do lar, bem como se espera de nós a representação de alguns papéis - arrumadeira, cozinheira, economistas ou administradoras, psicólogas, médicas ou enfermeiras...

Impossível não se sentir ansiosa, agitada ou preocupada com tudo isto - e ainda mais quando se tem uma visita como ela e sua família tiveram: a presença do Messias, o filho de Deus.

Eu, particularmente, acredito que Maria tinha estas mesmas qualidades de sua irmã. Poderia somente não ser tão habilidosa como Marta [a prática leva à habilidade; perfeição só em Jesus!]. Mas o que podemos aprender com Maria é escolher a melhor parte.


Não que Marta não dedicasse tempo ao Senhor - vejamos João 11: 21 a 27 [Almeida, Revista e Atualizada]

21 Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se meu irmão não teria morrido.
22 E mesmo agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.
23 Respondeu-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir.
24 Disse-lhe Marta: Sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia.
25 Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá;
26 e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês isto?
27 Respondeu-lhe Marta: Sim, Senhor, eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

O verso 27, na versão da Bíblia Viva, diz:

27 - "Sim, Mestre", disse ela. "Eu creio que o Senhor é o Messias, o Filho de Deus, aquele que há tempos estamos esperando"."

Se Marta não dedicasse tempo ao Senhor, se não O conhecesse, como saberia das promessas? Como teria respondido ao Senhor?

A diferença, em Maria, foi estabelecer prioridade, como em Mateus 6:33:
"Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" [Almeida, Revista e Atualizada].

Devolver ao Senhor o Seu devido lugar - o primeiro lugar - em nossas vidas faz toda a diferença, ainda que esta diferença não se apresente como esperamos: em João 11:45, lemos que muitos creram em Jesus Cristo, pelos milagres realizados nesta família de Betânia, e em João 12: 10, 11, lemos que queriam matar Lázaro [e sabe o Senhor o que os opositores não fariam com suas irmãs...]

...: Continua :...

Nenhum comentário: