domingo, 26 de setembro de 2010

...: Santas eleições :...

No próximo domingo [03/10] teremos eleições no Brasil. Nos últimos meses, em todos os lugares, ouvimos propostas de melhoria para área de economia, saúde, trabalho, transporte.... descobrimos muitas coisas erradas...

O Tribunal Regional Eleitoral fez uma série de propagandas para alertar a população sobre a importância do voto e da escolha dos candidatos, afinal, estas pessoas serão responsáveis pela gerência do nosso amado Brasil pelos próximos quatro anos.

Considere, por um momento, o nosso país como sua casa. Agora responda: você colocaria um ladrão para cuidar da sua casa? E uma pessoa mentirosa? Bom, é provável que você não colocasse um assassino, mas, e uma pessoa invejosa e adúltera?

Se você disse "não" a qualquer uma ou a todas as perguntas, ficará surpreso em saber que nem você, nem eu, poderíamos ser eleitos. Não acredita? Vamos adotar os 10 Mandamentos como regras eleitorais.

Agora, responda: já pegou uma caneta, clipe, folha de papel, ou qualquer outro objeto que não te pertencia, e não devolveu? No escritório, ou mesmo em casa, pediu para dizerem que não estava porque não queria atender alguém que te procurava, pessoalmente ou por telefone? Já ficou triste quando alguém conseguiu algo que você queria? Já olhou para uma mulher, ou homem, com desejo sexual?

Se julgados por estas regras eleitorais, teríamos - eu e você - quebrado 4 dos 10 mandamentos- e pela Lei Mosaica, só por um estaríamos condenados. E de modo bem, bem simplista, mas eficiente, entenda que toda quebra de Lei chama-se pecado.

Agora, sabe o que é mais surpreendente? Mesmo sem condição alguma, Deus nos elegeu, nos escolheu, para sermos Seus: Vejamos Deuteronômio 6:7, Efésios 1:4 e Romanos 5:
6-8, transcrito abaixo:

"Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores."


Você deve estar pensando: mas como um Deus Santo, Justo, Puro pode aceitar alguém como eu? Deus mesmo proveu, criou um plano para que ficássemos com nossa Ficha Limpa: Jesus Cristo - Vejamos
João 3: 16 e 5: 24; Efésios 2:8,9, transcrito abaixo, e Hebreus 9: 11-15, 22, 24 a 28:

"Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie."

Se ainda assim persistem dúvidas, leia e medite com atenção nesta passagem - que falou muito ao meu coração, quando de minha conversão, porque o Senhor acalmou meu coração, dando-me plena certeza de que sou dEle: João 15: 16:

"
Não me escolhestes vós a Mim, mas Eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em Meu nome pedirdes ao Pai Ele vo-lo conceda."

O Senhor Deus nos elegeu, escolheu para vivermos com Ele para sempre - veja Apocalipse 2: 7b; 2: 11; 2: 17; 3: 5; 3: 12; 3: 21; 21: 1 - 7.

Agora é com você - se ainda não fez esta decisão para assumir ao cargo para o qual foi eleito antes da fundação do mundo [conforme Efésios 1: 4] . Aceitas assumir sua função, como membro do Corpo de Cristo, e com recompensa eterna? Desejas assumir sua cadeira, assentando-se nos lugares celestiais [conforme Efésios 2:6]?

Aos meus amados irmãos, deixo para reflexão as passagens de Filipenses 1: 27, Colossenses 3: 12 - 14 e 2 Pedro 1: 3 - 11.

Que o Senhor Deus, poderoso para fazer tudo mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos [Ef 3: 20], possa completar esta mensagem em nossos corações. Ao Rei dos reis seja toda honra e toda glória!

Em nome e no amor de Cristo Jesus, Senhor e Salvador nosso,

Andreia =]

terça-feira, 7 de setembro de 2010

...: Depende de nós :...

Há 25 anos, geralmente no segundo semestre de cada ano, somos convidados a relaizar uma doação de determinadas quantias em dinheiro com o objetivo, dizem, de dar esperança a uma criança.

Depois de muitos questionamentos o canal de televisão, que promove um espetáculo com os artistas da Casa para incentivar a doação - feita no país e no exterior, passou a divulgar onde tal verba é empregada. Em geral, são instituições não governamentais, de caráter assistencial nas áreas cultural, religiosa e de ensino profissionalizante.

Isto, porém, não foi suficiente para responder outras perguntas, como o número de crianças e jovens efetivamente atingidos pelo programa que não se envolvem com a criminalidade, qual a classe de valor destinada para cada projeto, se há registros de desvios e o que acontece com o infrator e por último, mas não menos importante, se a formação profissional e espiritual dada são realmente a única esperança a dar para uma criança...

Não tenho nada contra programas de televisão que arrecadam dinheiro para vítimas de catástrofes - como os moradores das regiões norte, nordeste e sul, que sofreram com as enchentes, ou do terremoto no Haiti, ou ainda para hospitais - como a AACD ou Hospitais que oferecem tratamento para câncer. Ou ainda para crianças.

Preocupa-me claramente, porém, ver irmãos doando dinheiro para financiar instituições que, entre outras coisas, ensinam para crianças como se fosse cultura popular, práticas e símbolos de crenças que se opõem frontalmente às Escrituras - especialmente quando sabemos qual é a verdadeira fonte de toda a esperança - veja Romanos 15:4, 8:24, 1 Pedro 1: 3 e 3:15.

Sei que há outros mas gostaria de destacar, neste sentido, o trabalho feito pela APEC - Aliança Pró Evangelização das Crianças. Participei de uma atividade de capacitação para professores de EBD na cidade onde moro há
2 anos, aproximadamente, e tenho acompanhado desde então a seriedade e compromisso com a importante obra de levar o Evangelho às crianças - tão carentes da glória de Deus como qualquer adulto.

Em Seu ministério, Cristo prometeu recompensar a bondade feita às crianças [Mateus 10: 42], advertiu contra o desprezo aos pequenos [Mateus 18: 10] e usou-os como exemplo para àqueles que desejam entrar no Reino dos céus [Mateus 18: 2, Marcos 10: 14 e 15, Lucas 18: 6].

E o exemplo
dos pequeninos em que devemos nos espelhar refere-se à dependência, confiança e obediência ao Pai [Lucas 22: 42; João 5: 19; 12: 49,50; 14:31; Romanos 5:19], humildade [Mateus 18: 4], simplicidade [Lucas 18: 16 e 17], inocência [1 Coríntios14: 20].... há ainda outros, mas acredito que estes versos são suficientes para mostrar o quanto é possível aprendermos com as crianças, se queremos ser identificados como filhos de Deus.

Sabendo que a única e verdadeira fonte de esperança está em Deus, clamemos para que tenhamos a sabedoria do alto para compartilhar - se preciso for com palavras - sobre o infinito e incomparável amor do Pai com as crianças. [Veja Provérbios 22: 6, Lucas 1: 57 - 66, 76 - 80]

Oremos pelos ministérios dedicados aos pequenos - pelo que há de ser ensinado, para que a semente lançada venha a cair em terra fértil; pela vida dos professores, especialmente à área espiritual, que sejam idôneos, fiéis, cheios do Espírito Santo de Deus...

Orar indubitavelmente é muito importante, mas agir para doar tempo, dinheiro e talento também é. Tiago, no capítulo 2, versos 14 a 26 de sua carta, enfatiza claramente que "a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma".

Então, se por qualquer motivo, você [ou alguém que você conheça] ainda resiste à realização do trabalho de evangelização com crianças, seja por instituições, seja dentro da igreja onde você congrega, recomendo a leitura do texto Abuso Espiritual, extraído do site Cristianismo Hoje.

Oro para que o Senhor nosso Deus possa completar esta palavra em nossos corações.

No amor de Cristo Jesus, Senhor e Salvador nosso,

Andreia =]