quarta-feira, 13 de outubro de 2010

...: Primeiros passos [conclusão] :...



O Pr. André Queiroz, cujo trabalho conheci através do twitter, postou duas frases recentemente que me chamaram muito a atenção, e que reproduzo ipsis literis a seguir:

'Acredito que a igreja precisa ser mais graciosa, mas também percebo q as pessoas que caem no pecado, amam se fazerem de vítimas do legalismo'

'Vou abrir o coração agora: Como um líder jovem, estou com dificuldade em encontrar referencias e pessoas para me espelhar aqui no Brasil...'

Como outros irmãos, tenho me entristecido com o comportamento observado no meio dos jovens cristãos que, como bem notado pelo Pr. André, costumam justificar seus atos como resposta ao 'legalismo' das igrejas.

Mas, não é curioso que também nas igrejas "liberais" não seja fácil encontrar liderança jovem?

Especialmente ao ler o tweet sobre liderança, o Senhor trouxe a minha memória a carta de Paulo ao jovem Timóteo. Em 1 Timóteo 4:12, Paulo diz: "Ninguém despreze a tua mocidade, mas sê exemplo dos fiéis, na Palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza". [grifo nosso]

A versão da Bíblia Viva diz:

"Ninguém faça pouco caso de você porque ainda é moço. Seja o exemplo deles; que sigam o caminho que você ensina e vive; seja modelo para eles no seu amor, na sua fé e na pureza dos seus pensamentos". [grifo nosso]

O próprio Senhor Jesus Cristo dá a todos, jovens ou não, o exemplo de fruto, de ações, que glorificam o nome de Deus [Filipenses 2: 5 - 8 e 12]. Os tempos mudaram, mas a Palavra de Deus continua viva, infalível, fiel, digna de toda a aceitação.

Se não há liderança jovem, porquê não buscar a direção do Senhor para se tornar este instrumento nas mãos de Deus? Não nos concentremos no título - pastor, presbítero, ministro*, etc, mas no serviço ao Senhor e na edificação de Sua Igreja.

E não somente para o jovem Timóteo, mas praticamente em todas as Cartas do Novo Testamento, somos exortados - animados, incitados, aconselhados** - que, para uma vida frutífera precisamos estar ligados em Cristo Jesus [João 15], e cheios [Efésios 5:18], guiados [João 16:13; Romanos 8:14], vivificados [2 Coríntios 3:6] pelo Espírito Santo de Deus.

Concluo este pensamento com a leitura de Hebreus 6: 1 - 12, transcrito na versão da Bíblia Viva, abaixo:

"1 - Paremos de estar voltando repetidamente aos mesmos assuntos antigos, sempre ensinando aquelas primeiras lições sobre Cristo. Em vez disso avancemos para outras coisas e nos tornemos amadurecidos no nosso entendimento, tal como devem ser os cristãos fortes. Certamente não precisamos falar mais acerca da insensatez de alguém tentar salvar-se por ser bom, nem sobre a necessidade da fé em Deus.

2 - Vocês não necessitam de mais instruções em torno do batismo, dos dons espirituais, da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno.


3 - Se Deus quiser, avançaremos agora para outras coisas.


4 - Não adianta nada procurar novamente trazê-los de volta ao Senhor, se já uma vez vocês compreenderam a Boa Nova e experimentaram por si próprios as coisas boas do céu, e participaram do Espírito Santo,


5 - e sabem como é boa a Palavra de Deus, e sentiram as forças poderosas do mundo que está para vir,


6 - e depois vocês se voltaram contra Deus. Vocês não podem tornar a se arrepender se pregaram novamente o Filho de Deus na cruz ao rejeitá-Lo, exibindo-O à zombaria e à vergonha pública.


7 - Quando a terra de um lavrador recebeu muitas chuvas e surgiram boas colheitas, aquela terra obteve a bênção de Deus sobre ela.


8 - Porém se continuar dando safras de ervas daninhas e espinhos, essa terra é considerada imprestável, e está pronta para ser condenada e queimada.


9 - Caros amigos, muito embora eu esteja falando assim, na realidade não creio que se aplique a vocês o que eu estou dizendo. Estou certo de que vocês estão produzindo o bom fruto que acompanha a salvação de vocês.


10 - Porque Deus não é injusto. Como é que Ele pode esquecer-Se do trabalho incansável de vocês por Ele, ou esquecer-Se do modo pelo qual vocês costumavam mostrar o seu amor por Ele - e ainda mostram auxiliando os seus filhos?


11 - E a nossa preocupação é que vocês continuem assim mesmo, amando os outros enquanto a vida durar, a fim de que recebam a sua recompensa completa.


12 - Então, sabendo o que está guardado para vocês lá adiante, vocês não se cansarão de ser cristãos, nem se tornarão espiritualmente insensíveis e indiferentes, mas estarão ansiosos para seguir o exemplo daqueles que recebem tudo quanto Deus lhes prometeu por causa do vigor da sua fé e da sua perseverança."


e orando, como Paulo em Colossenses 1: 10, para que todos andemos "[...] dignamente diante do Senhor, agradando-Lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus".

No amor e temor de Cristo Jesus, Senhor e Salvador nosso,

Andreia =]


----------------------------------------------------------------

* Entendo o importante papel, somados ao profundo amor e cuidado, que o Senhor Deus confiou à nós mulheres em todas relações sociais, e especialmente no serviço cristão. Contudo, não fui biblicamente convencida que cabe posição de liderança às mulheres - explorarei este tema em outro post, aguardem! ;]
De qualquer sorte, estou muito mais preocupada em bem servir ao meu Senhor e Mestre, do que em ter um título de 'pastora', 'adoradora', ou seja lá qual for. Particularmente, acredito que não deva se servir mais, ou menos, ao Senhor por conta de um título, posição ou destaque - ainda mais para o Deus que sonda nossos corações, e não vê como o homem vê. [1 Samuel 16: 7]

** Conceito de exortação extraído do dicionário Aurélio Digital, versão 5.12.81.

Um comentário:

Davi disse...

Entre os muitos aspectos a que se deve a corrupção dos jovens cristãos aponto a falta de disciplina espiritual dos pais e também a falta de dialogo à mesa entre família.

Mais tempo à frente da televisão e menos tempo em busca do que desce do Pai das luzes reflete diretamente no comportamento dos dos pais e consequentemente na vida dos filhos.

Depois alguns pais se espantam dizendo: "mas eu não ensinei isso a ele!" Ora, ora, ora...


Dica de prioridades:

1º Relacionamento com Deus 2º Conjuge 3ºFamília 4º Trabalho 5º Ministério - que é o resultado desses 4 primeiros itens.



Ósculos & Amplexos
Davi