segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

...: Você não quis escutar :...

Você pode pensar: que menina radical! É só uma frase! E deve pensar que, afinal, qual o problema em ter esta imagem do Senhor Deus já que, afinal, ninguém é dono da verdade?

Já ouviu falar da história de Jó? Se não, sugiro que dedique algum tempo meditando neste livro. Particularmente, gosto de estudá-lo em versões comparadas, para aprender melhor o texto. Abaixo, seguirá o texto de Jó 42: 7 e 8, nas versões da NVI e Bíblia Viva, respectivamente.

Depois que o Senhor disse essas palavras a Jó, disse também ao Elifaz, de Temã: "Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó.

Vão agora até meu servo Jó, levem sete novilhos e sete carneiros, e com eles apresentem holocaustos em favor de vocês mesmos. Meu servo Jó orará por vocês; eu aceitarei a oração dele e não farei com vocês o que vocês merecem pela loucura que cometeram. Vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó".

"Depois de ter acabado de falar com Jó, o Senhor disse a Elifaz, o temanita: Estou muito zangado com você e seus dois amigos, Bildade e Zofar. O que vocês disseram a meu respeito não estava certo; Jó estava com a razão, vocês não!

Por isso, levem sete touros e sete carneiros ao meu servo Jó e peçam a ele para sacrificar ofertas queimadas em favor de vocês três. Depois Jó fará oração por vocês e só assim não lhes darei o castigo que seu pecado merece, pois vocês não me apresentaram a Jó tal como Eu sou.”

De fato, pessoa alguma é dona da verdade. O que não quer dizer que não sabemos onde encontrar a verdade: Jesus Cristo é a Verdade, como está registrado em João 14:6. Em João 8: 31 e 32, lemos: "Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nEle: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."

Os amigos de Jó deveriam levar consolo, exercitar piedade. Mas o acusaram de estar em pecado pelas coisas que lhe haviam sucedido, e a partir desta premissa errada, mostraram-lhe uma imagem distorcida de Deus.

Percebo que Jó se queixou e lamentou pelo estado em que ficou sua vida porque tinha a consciência tranquila diante de Deus de que, intencionalmente, não fizera nada para pecar contra o Senhor. Mas, a despeito disto, continuamente orava pedindo perdão dos pecados, até de seus filhos, ainda que lhe fossem ocultos. Jó sabia que era um pecador que precisava continuamente da graça e da misericórdia do Senhor Deus.

Ao contrário de Jó, os crentes no humanismo infiltrados dentro das igrejas cristãs não tem a consciência tranquila, mas cauterizada, e assim, insensível à Palavra que “é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” - Hebreus 4:12 [grifo nosso]

A Palavra, para estes, tem aplicação relativa, priorizando o que eles entendem que o Senhor disse para eles – e para outros em igual situação. E assim, muitos inocentes têm sido atraídos por este discurso apaziguador, poético, mas mentiroso. Acho que o amado leitor sabe quem é o pai da mentira....

O Senhor Deus não aceitou as orações feitas pelos amigos de Jó – mas orientou-os para que fossem até Jó, pois pela oração dele [Jó] é que o Senhor lhes pouparia do castigo que mereciam.

O próprio Senhor Jesus Cristo já advertira àqueles que se dispuseram a ouvi-Lo sobre o perigo de não conhecê-Lo realmente – leia Mateus 7: 15-23. De Gênesis à Apocalipse [gosto das versões que chamam este precioso livro de Revelação], o Senhor Deus fez separação entre luz e trevas, entre os que obedecem e os que não obedecem.

Parece razoável ou lógico crer que, nos últimos anos, o Senhor mudaria para conosco? Tiago revela, no capitulo 1:17, que o Senhor é o “[...] Pai das luzes, em quem não há mudança, nem sombra de variação”, e na carta aos Hebreus, capítulo 13:8, o autor, inspirado pelo Senhor Deus, expressa categoricamente: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente”.

...: continua :...

Nenhum comentário: