domingo, 14 de outubro de 2012

...: A Espada e a Espátula:...


Amados,

costumo dizer que, como em qualquer coisa na vida, na internet você encontra de tudo - se é bom ou ruim, dependerá do que e onde você realiza sua busca.

Este ano, descobri a abençoada revista "A Espada e a Espátula", trabalho do queridíssimo amigo e irmão em Cristo, Armando Marcos. Esta obra, de publicação bimestral dos sites dos Projetos Spurgeon e Ryle, foi inspirada na revista de mesmo nome criada por Charles Spurgeon,  em 1864, e que ainda hoje é publicada pelo Tabernáculo Metropolitano.

A origem do nome da revista encontra-se em Neemias, capítulo 4, versos 17 e 18, que seguem abaixo.

"Os que edificavam o muro, os que traziam as cargas e os que carregavam, cada um com uma das mãos fazia a obra e na outra tinha as armas.
E os edificadores cada um trazia a sua espada cingida aos lombos, e edificavam; e o que tocava a trombeta estava junto comigo". 

Ao descobrir sobre esta história lembrei-me do livro "Os três campos de batalha - A guerra espiritual na mente, na igreja e nas regiões celestiais", de Francis Frangipane [Editora Vida], cuja leitura espero concluir em breve. Adianto que não concordo com tudo o que ele diz, mas ainda assim, vale a pena ler, tendo I Tessalonicenses 5: 21 como norte.


Um dos capítulos, cuja referência bíblica é Isaías 58:12 [recomendo a meditação], intitulado "Reparadores de brechas", tem um parágrafo que compartilho abaixo, e que têm falado muito ao meu coração. 


"Não é preciso frequentar faculdade para encontrar falhas na igreja. Na verdade, se você se lembra, conseguia encontrar falhas na igreja antes de ser cristão. Achá-las não requer talento. Mas, para ser como Cristo, é preciso morrer para o pecado das pessoas. É preciso ser um intercessor que fica na brecha. A brecha é a distância entre o jeito que as coisas estão e o jeito que deveriam ser." [pp 119].


Amados, é tão fácil acharmos defeitos! - especialmente nos outros. Mas a espada do Espírito [Efésios 6:17] deve estar desembainhada para os inimigos, não para os  irmãos da fé. Sendo edifício de Deus [I Coríntios 3:9], ao vermos uma brecha, uma rachadura, precisamos usar a espátula para reparar a edificação, para manter a unidade, para não irmos todos para o chão.


Como é difícil corrigir em amor...


A ação de lutar e cuidar pouco provavelmente será feita uma em detrimento da outra, como bem vemos em Neemias, porque o inimigo nos acusa dia e noite [Apocalipse 12: 10]. Devemos, pois, estar preparados.  

E nos preparamos investindo tempo na meditação da Palavra, em oração, em comunhão com os irmãos... pessoalmente, pela internet, ou pela boa literatura, que compartilham ou produzem, como é o caso da revista que recomendei no começo deste post.

Não precisamos concordar com tudo e com todos, afinal, o Senhor nosso Deus não nos deu um cérebro a toa, mas "meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar", como tão bem aconselha Tiago 1:19. 

Minha oração é que "A Espada e a Espátula" seja de bênção para sua vida, instrumento que nos ajude para melhor enfrentarmos o inimigo, e  para aperfeiçoamento e crescimento do Corpo de Cristo.


Que o Senhor nosso Deus os abençoe, em Cristo Jesus, nosso Salvador.


Beijocas! :*


4 comentários:

Armando Marcos disse...

obrigado pela divulgação da revista, com seu excelente artigo; e sua aplicação da revista com o estudo dos campos de batalha está muito legal

Beijos minha querida amiga em Cristo
Armando Marcos

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens , e falando daquilo que Deus tem feito em sua vida, que a graça e a paz de Jesus continue a ser derramada em sua vida, e o fogo do Espirito Santo continue a usar sua vida.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa dar com seu blog.
Deixo a minha benção e a paz de Jesus.

Andreia =] disse...

Armando, querido, obrigada por suas palavras tão gentis :*

Que o Senhor nosso Deus continue abençoando o trabalho das suas mãos! :)

Andreia =] disse...

Amém! Recebo com alegria suas palavras, Antonio. Graça e paz sejam multiplicadas sobre sua vida! Que bom saber que a Palavra não esta presa, e tem sido bem recebida aí. :)

Será um prazer receber suas visitas, e conte com a minha ao seu blog também :)

Deus te abençoe ricamente!

Um fraterno abraço!