segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

...: Eu posso ouvir um amém? - I :..



Trilha sonora do post:
Os Arrais - Oração




Descobri uma dupla, irmãos, chamados Os Arrais. Eles cantam músicas cristãs e, em uma destas, trilha sonora do post de hoje, eles dizem:

"Torne meu sofrimento em testemunho
Me esvazie de mim e deste mundo
E que o meu nome morra com meu corpo
Pra que o de Cristo prevaleça em tudo"

É muito bonito de ouvir, bem poético mesmo, mas é muito duro também - porque ninguém quer passar por sofrimento. Mudanças, problemas de saúde ou finanças, conflitos familiares, problemas [ou falta de] amorosos....tantas coisas podem nos causar sofrimento - e, aqui, mencionei somente os pessoais.

Fome, guerras, perseguição religiosa, criminalidade, impunidade, corrupção... Somos atacados por todos os lados, não é mesmo? E você pode achar, como geralmente acham os que sofrem, que ninguém sabe da sua dor, ninguém o entende e, o pior, que Deus não se importa com você.

Jeremias foi chamado e separado por Deus bem jovem, e mesmo obedecendo à voz e aos mandamentos do Senhor, sofreu, muito. Este sofrimento, pessoal e da nação, foi detalhado no livro de Lamentações. Como para ele, e para nós, em algum momento da vida, e com nossa mente tão condicionada à lógica de esforço e recompensa, não parece fazer sentido sermos fiéis, tementes a Deus, obedecê-Lo..... e sofrer.

Mas a vida com o Senhor não é assim. Então, temos que decidir se vamos realmente crer e viver conforme Seus mandamentos, estatutos, ordenanças e, sobretudo, sob Sua graça. Diariamente. Em cada momento e a cada escolha. E, como tem sido para mim, espero e oro para que cada leitor que se chegou por aqui possa receber o consolo e a orientação do Senhor, a resposta para suas dúvidas e questionamentos, através desta breve meditação.

1] Não confie totalmente nas suas emoções: Lm 3: 1 - 3, 14, 17-20

Jeremias estava aflito, sem direção, confuso, inquieto. Sentia-se desprezado por Deus e pelos homens. Não consigo imaginá-lo escrevendo este texto com uma companhia.

Estas emoções, que podem e, geralmente, se manifestam fisicamente, atrapalharam a visão de Jeremias sobre si mesmo, sobre o modo como ele era visto, percebido por outros e, especialmente, sobre o Senhor - que afirmou-lhe, por duas vezes, "[...] porque Eu sou contigo para te livrar". [veja Jeremias 1:8 1 9].

Jeremias nunca esteve só, embora suas emoções tenham dado esta impressão. Seus problemas eram reais, assim como seu sofrimento. Mas as emoções deixaram o quadro com tintas ainda mais carregadas, escuras. E, assim como aconteceu com ele, quantas vezes pensamos em algo, especialmente algo ruim, trágico, negativo, que nunca aconteceu?

Não nos deixemos dominar por nossas emoções.

2] Transforme sua murmuração, seu lamento, suas queixas, em oração: Lm 3: 18 - 20

Primeiro, Jeremias falou para si: relacionou tudo o que estava perturbando-o, como se sentia. Até que se esgotou - e não resolveu o problema [veja o verso 18].

Daí, nos versos seguintes, ele fala para o Senhor.

É bom, muito bom mesmo, ter amigos, irmãos, de sangue ou de fé, com quem conversar e se aconselhar. Mas, se eu chamo e tenho a Deus como, de fato, meu Senhor, é para Ele que derramarei meu odre de lágrimas, para Quem farei minhas queixas.
Ele me fez. Ele me entende. E Ele sabe como resolver meus problemas - inclusive me dando direção, sabedoria, inteligência para agir, enfim, naquilo que posso fazer.

...: continua :...

Nenhum comentário: