domingo, 5 de abril de 2015

...: Traduções & Tradições - [final] :...


Trilha sonora do post: Communion, Third Day

3] O cordeiro deveria ser o melhor, sem mancha ou defeito, e deveria ser consumido com pães sem fermento e com ervas amargas.

Os versos 5 a 9 trazem esta ordem, dada pelo Senhor, para que Seu povo não tivesse qualquer dúvida quanto à dor e ao sofrimento envolvidos nesta ocasião, bem como do esforço que o sacrifício de um cordeiro traria, e cujo sangue lhes daria vida. 

4] Nada deveria ficar para o outro dia, que era o dia da libertação do povo. 

Nos versos seguintes, os israelitas são lembrados de que não poderiam esperar para aproveitar, para experimentar o cordeiro, e a libertação para uma vida de abundância que ele representava. Não dá para brincar com algo tão importante, nem ficar adiando, deixando para depois.

Ao continuar a leitura, vemos que há outras recomendações importantes e também punições destinadas aos desobedientes.

Muitos anos, séculos, se passam desde este evento único e incomparável.

E chegamos ao relato de Lucas 22: 7 a 20, quando lemos sobre a última ceia celebrada pelo Senhor Jesus Cristo - o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, como está escrito em João 1:29.

Os mesmos princípios observados em Êxodo 12 estão retratados no Novo Testamento: pelo sangue de Cristo Jesus, somos chamados a uma vida de liberdade e abundância. Somos chamados para proclamar e testemunhar do Seu amor por nós aos familiares, vizinhos, amigos, a cada alma.

Temos de lembrar do sofrimento de Cristo, que nos traz a paz que excede todo o entendimento. E não dá para deixar para amanhã.

"Como cooperadores de Deus, insistimos com vocês para não receberem em vão a graça de Deus.
Pois ele diz: "Eu o ouvi no tempo favorável e o socorri no dia da salvação". Digo-lhes que agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação!" - 2 Coríntios 6: 1 e 2

A cada domingo, como acontece onde congrego, celebramos a Ceia do Senhor, e temos assim, a oportunidade de recordar tão grande amor demonstrado por nós. Que sempre seja um dia de reverência e alegria, relembrando o muito que o Senhor tem nos proporcionado, até o dia em que estaremos para sempre com o Ele. Amém.


sexta-feira, 3 de abril de 2015

...: Traduções & Tradições - I :...



Trilha sonora do post: Carry my cross, Third Day

Texto base: Êxodo 12: 1 - 11 e 14 e Lucas 22: 7 a 20.


Há alguns dias, revi um filme que gosto muito e que, no Brasil, é chamado "Um amor para recordar". Como sei que o filme é baseado no livro de mesmo nome em português, fui procurá-lo na internet. E o encontrei - em português de Portugal! "Um momento inesquecível". [literalmente!].

Passados outros tantos dias, com a exigência de afazeres, e eis que em um destes eu levantei um pouco em cima da hora. Mas resolvi fazer o devocional antes de sair de casa, mesmo sabendo que poderia chegar um pouco atrasada.

Eis que o fiz, de pé, com minha mochila nas costas, preparada para a reunião que viria - e, sorrindo, me lembrei da passagem de Êxodo. O texto base do devocional, intitulado "Colocando Deus acima de tudo", era I Reis 11: 1 a 13. Mas confesso que o que ficou na memória foi o outro, e meditando nele, mais tarde, aprendi algumas coisas.

1] A instituição da Páscoa mudou a vida das pessoas radicalmente. Entretanto, como nos esquecemos com facilidade, o Senhor colocou no calendário. 


Os dois primeiros versos falam disto. A Páscoa marca uma nova era para o povo de Deus, e isto precisava ser ensinado e seguido nas gerações seguintes - nada melhor do que criar uma data específica, separar um momento para recordar tudo o que o Senhor fez por eles.

2] A mudança deve ser compartilhada com quem está ao nosso redor.

Nos versos 3 e 4, o Senhor deu a ordem de compartilhar o cordeiro - com a família, com os vizinhos, "conforme o número das almas". O povo não foi libertado de algo simples: o livramento foi físico, claro, mas também espiritual. 

Não é 'engraçado' que tantas pessoas lutem pela liberdade de animais, por exemplo, mas criem tantos obstáculos quando queremos compartilhar da liberdade que desfrutamos em Cristo Jesus?

...: Continua :...